Política

Alvaro Dias cobra sabatina de Mendonça

| Edição de

A demora para a deliberação da sabatina de André Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal continua desagradando parlamentares. O motivo é que desde julho deste ano, quando foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-ministro aguarda pela sabatina. Com isso, senadores avaliam a possibilidade de boicotar votação na Casa se o presidente do colegiado, Davi Alcolumbre, não agendar a oitiva. Na visão de Alvaro Dias (foto). do Podemos, embora possa existir uma resistência pelo nome do ex-ministro, a demora é uma “vergonha” que interfere no trabalho de outras instituições, como o próprio STF. “André Mendonça foi indicado pelo presidente, é prerrogativa exclusiva do presidente”, observa o senador paranaense.