Opinião

​ América Lat(r)ina

| Edição de

A Venezuela é sem dúvida nenhuma mais um caso ratificado, confirmado, comprovado e evidenciado de que onde essa praga, esse tumor maligno social chamado comunismo se instala, tudo se acaba. Mesmo possuindo a maior reserva de petróleo do mundo a ditadura comunista de Maduro conseguiu dar conta de se tornar um exemplo de fracasso e colapso social. É muita incompetência! O salário mínimo é de nove dólares. Pouco mais de trinta reais por mês! E tudo em nome do que mesmo? De um “bem maior”? E é essa ditadura que recebe o apoio de países latinos ditos bolivarianos. A Bolívia, por exemplo, que não passa de uma tribo andina que é outro tumor, outro abscesso populista da América Latina exportador de pobreza, também apoia a Venezuela. E ainda tem a Nicarágua e o Equador, furúnculos purulentos pseudo-socialistas, outros exemplos a não serem seguidos, que só contribuem com miséria e desgraça para com o mundo, também apoiam a ditadura na Venezuela, que também tem o apoio da família Castro, dona de uma ilha caribenha paradisíaca chamada Cuba.