Política

Após 580 dias, Lula deixa prisão e critica Lava Jato

| Edição de


O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a prisão em Curitiba ontem à tarde após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta quinta-feira, por 6 votos a 5, o STF decidiu derrubar a possibilidade de prisão de condenados em segunda instância, alterando um entendimento que vinha sendo adotado desde 2016.
Lula – que estava preso desde 7 de abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal (PF) – saiu do local por volta das 17h40 e fez um discurso no qual agradeceu a militantes que ficaram em vigília por 580 dias.