Opinião

Apucarana 100% asfaltada simboliza mudança de status

| Edição de


O anúncio de que o último bairro de Apucarana sem asfalto irá finalmente receber a pavimentação é um verdadeiro marco na administração do município. Antes conhecida pelas ruas esburacadas, tanto na região central quanto nos bairros, Apucarana hoje é modelo em qualidade de pavimento, muito graças a um movimento da administração municipal iniciado há cerca de seis anos e que conseguiu recuperar boa parte das ruas da cidade, além de resolver problemas históricos em algumas vias.
A notícia, publicada na edição de ontem da Tribuna, destaca a assinatura do prefeito Junior da Femac em documento autorizando o início imediato das obras de drenagem e pavimentação asfáltica de todas as ruas do Jardim Santiago, última comunidade de Apucarana ainda sem a benfeitoria, e reconstrução total da Avenida Pinho Araucária e da Rua Koey Tatessuji, no Jardim Cidade Alta. O investimento, somados aos 10% de contrapartida da Prefeitura de Apucarana, chega a quase R$3,2 milhões.
Ao longo de muitos anos, a pavimentação asfáltica de Apucarana ficou sem os devidos investimentos para manutenção e conservação, o que ocasionou a abertura de grandes ‘crateras’ em diversas ruas da cidade. A situação rendia inclusive apelidos nada agradáveis à cidade, que era alvo de piadas constantemente, feitas até mesmo pelos próprios cidadãos.
Agora, a situação é diametralmente oposta, graças a esforços da administração municipal que assumiu a prefeitura a partir de 2013. Desde então, as ruas e avenidas da cidade deixaram de ter os imensos buracos que já pareciam fazer parte intrínseca da cidade, junto a símbolos municipais como Catedral e o Jaboti. Desta forma, a conquista de 100% dos bairros de Apucarana asfaltados é realmente um símbolo de qualidade de gestão, ainda que se pese, em paralelo a estes investimentos, o pagamento das altas dívidas geradas em gestões anteriores.