Cidades

Apucarana entrega uniformes e kits escolares

| Edição de


Aproximadamente 12 mil estudantes estão voltando às aulas esta semana na rede municipal de Apucarana. Os 24 centros infantis (CMEIs) abriram suas portas ontem para receber as 2,5 mil crianças matriculadas. Já os 9,4 mil alunos das 35 escolas são esperados para hoje. A Prefeitura está repassando os uniformes e materiais escolares que foram adquiridos para os estudantes já no primeiro dia letivo. O investimento público somou quase R$ 3 milhões. O prefeito Júnior da Femac e a secretária de educação Marli Fernandes acompanharam ontem a entrega no CMEI Maria dos Santos Gravena.
“Neste ano, nós fizemos a licitação dos produtos com uma antecedência maior. A maioria dos processos começou em julho de 2019. Foi um desafio que eu propus à minha equipe, com o objetivo de evitar transtornos, como em anos anteriores, quando empresas participantes do certame entraram em disputa entre si e ocasionaram atraso na entrega dos itens”, explicou o gestor. 
Em relação aos uniformes, cada aluno dos centros infantis e escolas deve receber uma jaqueta, uma calça, uma bermuda, duas camisetas de manga curta e uma de manga longa. O conjunto de materiais escolares, por sua vez, varia de acordo com a série em que a criança está matriculada. 
“Os uniformes têm um bom acabamento os materiais são das melhores marcas do mercado. A situação financeira das famílias está bem difícil hoje em dia. Por isso, é tão bom saber que nossos filhos terão produtos de excelente qualidade para estudar e que nós não precisaremos tirar dinheiro da renda de casa para comprar tudo isso para eles,” afirmou Karine Matias de Lima, que é mãe de dois alunos matriculados no CMEI Maria dos Santos Gravena e na Escola Karel Kober. 
O prefeito Júnior da Femac frisou que os estudantes são tratados de forma igualitária na rede municipal de ensino. “O mesmo uniforme e material que é distribuído na área central também chega aos alunos dos bairros e distritos. Os pais reclamavam bastante que, em gestões passadas, apenas algumas escolas municipais ofertavam aulas de língua inglesa para as crianças. Hoje, o currículo é o mesmo nas 59 unidades de ensino. Todos os estudantes aprendem Inglês e o Espanhol está sendo implantado na rede a partir deste ano,” disse.