Opinião

As diferentes correntes políticas e as eleições presidenciais

| Edição de

Interessante que o termo “liberal”, braço do termo “liberalismo”, pode ser considerado pau para toda obra. Nos EUA, por exemplo, equivale a ser de esquerda, postura lá relacionada com o Partido Democrata, de Bill Clinton e do histórico Franklin Delano Roosevelt. Já, no Brasil, ser liberal significa obter passaporte de viagem para a direita, ainda mais se a essa corrente se juntarem princípios conservadores (luta pela unidade da família, liberdade de clero, reprovação ao kit gay e à ideologia do gênero e da escola com partido).