Política

Bolsonaro deve se reunir com ministros nesta semana

| Edição de

Presidente da República está passando o final de semana em repouso
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) deve receber alguns ministros no hospital em que está internado em São Paulo a partir desta semana, se houver liberação médica, informou ontem a assessoria de imprensa da Presidência da República.
O ministro de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, e o vice-presidente Hamilton Mourão devem ir ao Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde Bolsonaro fez uma cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal
O fim de semana, entretanto, foi reservado para descanso e Bolsonaro foi orientado pela equipe médica a não despachar. A assessoria da Presidência informou que os médicos advertiram Bolsonaro por ter se esforçado na fala durante a videoconferência de anteontem (1º) com o general Augusto Heleno.
A orientação médica é que Bolsonaro evite falar para prevenir a entrada de gases para a cavidade abdominal.
A equipe médica também pediu para que o presidente, que é palmeirense, evite emoções e não assistisse ao jogo de ontem entre Palmeiras e Corinthians, pelo Campeonato Paulista.
Anteontem, ele assistiu a grande parte da sessão de eleição da presidência do Senado que acabou sendo suspensa durante a noite e foi retomada na manhã de ontem.
Por rede social, Bolsonaro enviou mensagem parabenizando a reeleição de Rodrigo Maia para a presidência da Câmara dos Deputados, mas não ligou para o parlamentar.
Na manhã de ontem, o presidente passou por avaliação médica, que verificou bons índices clínicos.