Política

Bolsonaro nega liberação de verbas em apoio à reforma da Previdência

| Edição de

Um dia depois de o líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), afirmar que o governo liberará R$ 1 bilhão de emendas parlamentares, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) negou ontem que esteja liberando verbas para conseguir aprovar a reforma da Previdência.
“Informo que não há verbas sendo liberadas para aprovação da Nova Previdência como veículos de informação vem divulgando. Seguimos o rito constitucional e obrigatório do Orçamento Impositivo, onde é obrigatória a liberação anual de emendas parlamentares”, escreveu Bolsonaro em sua conta do Twitter.