Cidades

Capela Mortuária Central será ampliada e reformada

| Edição de


Licitação para projeto foi autorizada ontem pelo prefeito Beto Preto
O prefeito de Apucarana, Beto Preto (PSD), autorizou ontem processo licitatório revitalização e ampliação da Capela Mortuária Central. O projeto prevê reforma dos 520 metros quadrados de construção existentes e ampliação de 160 metros quadrados com investimento máximo previsto de R$ 812 mil.
“A prefeitura detém desde 1989 o monopólio dos serviços funerários na cidade e por isso trabalha com responsabilidade para cuidar de suas capelas e cemitérios. A capela central é um importante equipamento público e as melhorias que estou autorizando são prova do nosso respeito às famílias apucaranenses”, pontuou o prefeito Beto Preto.
A ampliação consiste na construção de uma ampla sala para velório. Atualmente, a capela conta com quatro salas para esse fim. “A nova sala, pela dimensão poderá ser utilizada para até dois velórios, suprindo uma necessidade que temos, haja visto que há dias em que ocorrem até 8 velórios”, disse Marcos Bueno, diretor-presidente da Aserfa.
A reforma prevê troca de piso, janelas, revisão de toda a rede elétrica, hidráulica e de esgoto, reforma de banheiros e telhado. “Contamos com a compreensão da população para quando as obras iniciarem, pois vamos funcionar de forma parcial em certos momentos”, adiantou Bueno.
Ao anunciar a revitalização, o prefeito Beto Preto salientou o resgate dos serviços funerários durante o mandato. “A prefeitura detém o monopólio do setor desde 1989, responsabilidade que durante gestões que me antecederam não foi respeitada da forma como deveria, mas que estamos levando muito a sério, inclusive atendendo a Termos de Ajuste de Condutas (TACs) firmados com o Ministério Público. Hoje poucas cidades têm as licenças que temos para nossos cemitérios”, citou Beto Preto. 
Ele também lembrou que durante o seu mandato aconteceu descentralização das capelas mortuárias, com a construção de uma unidade no Jardim Ponta Grossa e outra no Distrito de Vila Reis. “Reivindicações justas das comunidades que esperaram por décadas e que antes precisavam recorrer à capela central para velar seus entes”, disse o prefeito, que lembrou que os trâmites de estruturação do novo cemitério municipal – Morada da Paz -, que vai ser construído na região da Gleba Barra Nova estão em andamento. “Já temos a licença prévia e, em breve, sairá a licença de instalação”, revelou Beto Preto.