Cidades

Cinco dias no meio do caos

| Edição de

Após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, Minas Gerais, no dia 25 de janeiro, bombeiros, socorristas e profissionais da área de saúde assumiram o papel central na busca por desaparecidos e no resgate de vítimas. A dedicação desses profissionais chamou atenção de todo o País. Entre eles, estavam dois araponguenses e um maringaense, que passaram cinco dias trabalhando nas buscas na cidade mineira. Uma experiência de vida e também uma lição de solidariedade.