Cidades

Colégio Agrícola aumenta matrículas em 62%

| Edição de


Todas as vagas disponibilizadas pelo Colégio Estadual Agrícola Estadual Manoel Ribas, de Apucarana, foram preenchidas. O número de alunos matriculados saltou de 228, no ano passado, para 368 em 2020. O crescimento de 62% na procura se deve a ações que aumentaram a visibilidade do colégio, como a realização de shows artísticos junto com a Expoagri e visitas de divulgação aos municípios.
“Temos hoje 289 alunos no curso técnico em agropecuária, 54 no curso técnico em meio ambiente e ainda 25 matrículas de um projeto especial de treinamento esportivo”, enumera a professora Rosiney Pimenta, diretora do Colégio Agrícola. 
De acordo com ela, os alunos são oriundos de cerca de 60 municípios. “A maioria vem do Paraná, mas também temos alunos do Mato Grosso, São Paulo e também um que morava na divisa com o Paraguai e que veio junto com os pais morar em Apucarana para fazer o curso”, cita a diretora. 
Além do crescimento global do número de matrículas, chama também a atenção o aumento do número de mulheres. Se no ano passado eram 37, neste ano a ala feminina conta com 85 representantes. “Esse número só não é ainda maior porque ainda não possuímos alojamento para elas. Hoje, existe a ala masculina com 160 vagas. No entanto, temos previsto no projeto de construção do novo alojamento a ala feminina”, pontua Rosi. 
As obras do novo alojamento, que iniciaram em 2014, estão paralisadas desde 2017. “Estamos buscando junto ao governo do Estado a retomada e conclusão das obras, que paralisaram com 70% do cronograma executado”, reitera, afirmando que a obra é fundamental para aumentar o número de vagas ofertadas. 
Até a metade deste ano, o número de alunos aumentará mais ainda. Isso porque será ativado o curso de Técnico em Agronegócio, com a abertura de mais 35 vagas. Outro fato registrado é a crescente procura por alunos da rede particular de ensino, o que demonstra uma mudança no perfil dos alunos. “Antigamente, as pessoas imaginavam que tinham que ter origem no sítio ou morar no alojamento para estudar no Colégio Agrícola. Hoje, temos muitos que ingressam pensando lá na frente em fazer agronomia, veterinária ou zootecnia”, avalia. 
Entretanto, o número de alunos de Apucarana ainda é bastante reduzido. São somente 36 de um total de 368. “Acreditamos que falta um pouco de informação e também de valorizar mais as coisas boas que a cidade tem”, observa a diretora.