Colunas

Convite e "desconvite"

| Edição de

A divulgação de uma carta do presidente do PSB do Paraná, Severino Araújo, comunicando o ex-senador e pré-candidato ao governo, Osmar Dias (PDT), de que o partido não teria mais interesse em sua filiação causou surpresa nos meios políticos paranaenses ontem. No texto, o dirigente alega que como já se passaram onze meses desde que a legenda o convidou para se filiar e ser candidato ao Palácio Iguaçu pela sigla no ano que vem, sem que houvesse uma resposta, a sua entrada no partido não seria mais uma “unanimidade”. Um dos responsáveis pelo convite,  deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), garante, porém, que a legenda continua aberta e interessada em atrair Osmar. Segundo ele, a carta teria sido uma iniciativa pessoal do presidente do PSB, e sem respaldo da bancada do partido. “Isso foi uma decisão individual do Severino. E ele já fez um esclarecimento de que não está ‘desconvidando’ o senador”, explica Romanelli.