Política

Ex-prefeito de Astorga e Pitangueiras é preso novamente a pedido do MP

| Edição de

O ex-prefeito de Astorga, Arquimedes Ziroldo (PTB), o Bega (gestões 2009-2012 e 2013-2016), foi preso preventivamente na manhã desta terça-feira (8) a pedido do Ministério Público do Paraná (MPPR). A prisão ocorreu em Pitangueiras, onde ele mora atualmente e já foi prefeito deste município. 
Em 2019, Bega foi denunciado pelo MPPR por meio do núcleo de Londrina do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) – por constituição de organização criminosa, fraude a licitações e outros crimes investigados na Operação Alavanca, conduzida pela Promotoria de Justiça de Astorga e pelo Gepatria de Londrina.
O réu, que já havia sido preso anteriormente, estava em liberdade provisória cumulada com medidas cautelares não prisionais, por força de decisão proferida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Entretanto, diligências do MPPR constataram que as medidas cautelares não vinham sendo cumpridas por ele, motivo pelo qual foi requerido o reestabelecimento da prisão preventiva.
Bega foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Astorga. Como só há no município prisão feminina, ele foi encaminhado à 9ª Subdivisão Policial de Maringá (SDP) e poderá, ainda, ser encaminhado a uma penitenciária em Curitiba.