Política

Garantir segurança das comunicações é desafio mundial, diz Augusto Heleno

| Edição de

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, disse ontem que garantir a segurança de informações e das comunicações é um desafio mundial enfrentado por todos os países. Heleno também falou sobre o combate aos crimes nas fronteiras do país e do trabalho de segurança do presidente Jair Bolsonaro e do vice-presidente, Hamilton Mourão. 
O general afirmou que nenhuma rede de comunicação é inviolável, mas que a pasta tem trabalhado muito em torno da segurança virtual. Segundo o ministro, apesar dos ataques, o GSI tem registrado poucas invasões das redes institucionais e dos cidadãos brasileiros. 
“Por enquanto, nós estamos ganhando essa ‘competição’, que é praticamente uma guerra, e nós temos um zelo muito grande. O site do GSI tem uma série de recomendações ao cidadão e às instituições de como se prevenir contra esses ataques, contra essas violações”, disse. 
Sobre o combate aos crimes nas fronteiras do país, o ministro afirmou que, devido à extensão territorial brasileira, é preciso o uso de tecnologia para que os órgãos do Sistema Brasileiro de Inteligência possam aperfeiçoar o trabalho de investigação. Heleno, que também general do Exército e comandou tropas na Amazônia, lembrou que o Brasil tem 11 mil quilômetros (km) de fronteira marítima e 17 mil km de fronteira terrestre. 
“Temos preocupações com o crime organizado, temos preocupações com tráfico de drogas, tráfico ilícito de madeira, tráfico de animais, tráfico de gente. Isso tudo está dentro do contexto de combate aos ilícitos transfronteiriços”, disse.