Cidades

Ivaiporã começa instalar réplica da torre Eiffel

| Edição de


O prefeito de Ivaiporã, Miguel Roberto do Amaral, recebeu ontem o empresário Edson Ferrarin, da empreiteira responsável pela construção da réplica da Torre Eiffel, na Praça França. Parte da base da estrutura, que terá uma altura equivalente a um prédio de 11 andares, foi entregue ontem.
A base de 12 x 12 metros onde a ponte será erguida está sendo construída. Para a construção e instalação do monumento, os investimentos são do Ministério do Turismo, na ordem de R$ 288 mil. 
Conforme Ferrarin, a réplica equivale a 10% do tamanho da torre original e terá 160 degraus, sendo composta por 95% de ferro com detalhes em fibras de vidro. “Hoje (ontem) iniciamos a instalação porque, na verdade, já começamos construir a torre há mais de 30 dias fazendo as peças, os degraus de escada, as peças menores.   Agora vamos executar a fundação, esperar secar para trazer as outras partes”, comenta. A previsão da empresa é concluir a torre em 120 dias. 
Há 12 anos, Edson Ferrarin construiu em Umuarama uma réplica da Torre Eiffel que é o portal de entrada de um condomínio de chácaras na  Rodovia PR-323. Por conta do projeto, ele recebeu uma declaração do consulado francês certificando a torre como réplica perfeita. “Aqui vai ficar igualzinho a que temos em Umuarama. Com certeza, vai fazer muito sucesso e receber muitos visitantes, tanto quanto a que construímos lá”, afirmou Ferrarin. 
Conforme o prefeito Miguel Roberto do Amaral (PSDB), a Torre Eiffel será apenas uma das atrações da Praça França. O espaço terá ainda chafariz, espelho d’água, réplica do Arco do Triunfo e iluminação. Para a construção dessas obras serão investidos mais R$ 588 mil.  O valor total da praça é de pouco mais de R$ 870 mil, custeados com recursos do Ministério do Turismo. 
Miguel Amaral explicou que a Praça Franca faz parte de um projeto municipal de atração de turistas.  “Em agosto estaremos inaugurando a Praça do Japão. Teremos aqui várias praças temáticas que vão representar vários países. É bom lembrar que o turismo responde por 10% da economia mundial e queremos uma fatia deste mercado.  Na região, já temos Lunardelli como um centro de turismo religioso, Faxinal com turismo de aventura e Ivaiporã será mais uma opção no Vale do Ivaí no turismo de visitação e eventos”, disse Miguel Amaral. 
A Praça França está sendo construída no centro da cidade e é dividida em cinco trechos. Já estrutura da Praça Japão, que está sendo construída na Avenida Castelo Branco, nas proximidade do Instituto de Saúde Bom Jesus, inclui museu, lago de carpas coloridas, iluminação, bancos e portais com paisagismo de acordo com a cultura japonesa.  (IVAN MALDONADO )