Política

Justiça determina bloqueio de bens da família Richa

| Edição de

O juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba, determinou o bloqueio de até R$ 166 milhões do ex-governador Beto Richa (PSDB), da ex-primeira-dama Fernanda Richa, de André Richa, filho do casal, e de duas empresas da família, a BFMAR Participações S/A e Ocaporã Administradora de Bens Ltda. O contador da família Richa, Dirceu Pupo Ferreira, que está preso, deve ter até R$ 4,5 milhões bloqueados.