Cidades

Justiça libera motorista preso após morte de ciclista em Arapongas

| Edição de


O motorista responsável pelo acidente que vitimou um ciclista de 25 anos na manhã do último sábado (9), em Arapongas, foi liberado da prisão. Giovani de Lima da Silva, 18 anos, estava preso desde o dia do acidente e saiu da cadeia na tarde de anteontem.
A decisão foi proferida em pedido, impetrado pelo Ministério Público (MP), da a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.  A sentença destaca que o autuado é primário e não registra envolvimentos criminais anteriores  e possui endereço fixo e ocupação lícita. Na decisão consta que, a liberdade ao autuado está subordinada a uma série de medidas cautelares.
O inquérito a respeito do caso, segue com investigações. Segundo a Polícia Civil de Arapongas,  Silva não tinha habilitação para dirigir e o exame de alcoolemia feito na sequência do acidente comprovou consumo de álcool. 
Segundo a polícia, caso se comprovem as suspeitas que o motorista se envolveu em um racha, Silva será indiciado por por homicídio doloso, com dolo eventual.
ACIDENTE
O acidente que vitimou Diego Henrique Oliveira da Silva, aconteceu pouco antes das 8 horas do último sábado, na Rua Rouxinol, na zona sul. O ciclista foi atingido na ciclovia pelo Golf conduzido por Giovani de Lima da Silva. Outras duas pessoas que estavam no veículo, além do motorista, ficaram feridas.