Cidades

Marilândia faz arrastão contra dengue

| Edição de


Começou ontem em Marilândia do Sul o trabalho de arrastão contra a dengue. Objetivo da ação é formar uma parceria com moradores para realizar a limpeza dos quintais, onde cada cidadão elimina os focos do mosquito, retirando objetos que possam acumular água parada no quintal e coloca tudo na calçada, para a Prefeitura concluir o serviço. O município registra um índice de infestação do Aedes Aegypti de 8,4%, o que coloca a cidade em risco de epidemia. 
No primeiro dia de trabalhos, os servidores municipais convocados para o arrastão passaram por bairros da área central da cidade como por exemplo, a Rua XV de Novembro e o bairro do Conquista. "A impressão que tivemos é de que os moradores entenderam a mensagem e vão nos ajudar bastante a eliminar qualquer possibilidade de um surto da doença em nossa cidade”, comentou o diretor de Controle de Endemias, Wilian Barbosa.
Objetos de plástico, como baldes e bacias velhas, além de latas, sacolas, tubulações sem uso e até vasos sanitários estão entre os itens que mais foram descartados no primeiro dia de trabalho. A equipe vai concluir a passagem pelas ruas que ainda não foram visitadas hoje, quando terminam os serviços na urbana de Marilândia.
Amanhã, o grupo segue para o distrito do Leão do Norte, sempre trabalhando com a mesma organização, fazendo a retirada dos materiais descartados pelos moradores e colocados nas calçadas antes da 8 horas do dia marcado para a realização do arrastão. Os distritos de São José e de Nova Amoreira serão incluídos no trabalho nesta quinta-feira (13) e sexta-feira (14), respectivamente.
Segundo o prefeito Aquiles Takeda, esse é um trabalho que visa antecipar qualquer possibilidade de surgimento de uma epidemia de dengue na cidade. "Nossa equipe da Secretaria de Saúde, do setor de Controle de Endemias, identificou um caso confirmado de dengue na cidade, é uma pessoa que contraiu a doença em outro município e veio para cá. Por isso tomamos a decisão de não dar nenhuma chance para o mosquito se proliferar."