Cidades

Nova regra da CNH livraria 32 mil motoristas

| Edição de


Mais de 32  mil motoristas do Paraná não teriam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa neste ano se a alteração proposta pelo presidente Jair Bolsonaro, de dobrar o número de pontos acumulados para suspensão, já estivesse em vigor. Levantamento do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) aponta  de janeiro a maio, 32.038 documentos foram suspensos. Nos três maiores municípios da região, a medida salvaria da punição 478 motoristas.