Opinião

Novo escândalo lança mais incertezas sobre o Brasil

| Edição de

A denúncia envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB) caiu como uma bomba em todo o país na última quarta-feira. O peemedebista foi denunciado pelos donos da empresa JBS de avalizar a compra do silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), preso em Curitiba. Joesley e Wesley Batista, que firmaram acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República (PGR), gravaram conversas com o presidente.