Cidades

Polícia vai ouvir sobrevivente de soterramento em inquérito policial

| Edição de


 A Polícia Civil de Marilândia do Sul instaurou inquérito para investigar as causas do acidente que matou 4 trabalhadores soterrados na tarde de sexta-feira (30). De acordo com o delegado responsável pelo caso Felipe Ribeiro Rodrigues, a investigação segue a linha de apuração de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. 
Duas perícias foram realizadas no local do soterramento e os policiais e outros profissionais que atuaram no salvamento dos trabalhadores já foram ouvidos. “Nós aguardamos os laudos da criminalística para apurar se houve algum tipo de negligência. Ainda não é possível indicar o que teria causado o soterramento, entendemos que o que ocorreu foi um acidente e nenhum dos envolvidos no trabalho da propriedade foram ouvidos ainda”, disse. 
O delegado afirma ainda que o proprietário do local onde o acidente aconteceu já se colocou à disposição da polícia para prestar todos os esclarecimentos necessários. “O dono da propriedade é uma pessoa bastante conhecida na cidade, de boa índole e está muito abalado com o que aconteceu. Ele já se prontificou a ajudar no que for necessário para as investigações, e assim que possível também deverá ser ouvido”, garantiu. 
O responsável pela investigação contou ainda que o trabalhador sobrevivente da tragédia já recebeu alta do hospital e deverá ser ouvido também. “É uma investigação para apurar as causas e o grau de culpa que levaram a este acidente”, finalizou o delegado.