Cidades

Prefeitura de Arapongas avalia romper contrato com a Sanepar

| Edição de

O município de Arapongas poderá romper o contrato de concessão com  a Sanepar, caso a empresa não apresente um plano emergencial de trabalho capaz de cobrir, até o final do ano, 80% da cidade com o serviço de coleta e tratamento de esgoto, além de investir o suficiente para garantir a normalidade no fornecimento de água. A informação foi repassada pelo prefeito Sérgio Onofre ao diretor-presidente da Sanepar, Cláudio Stabile, e diretores, durante reunião nesta semana em Curitiba. Ontem, o prefeito reuniu-se com a assessoria jurídica e com engenheiros da Prefeitura para traçar uma estratégia em relação ao contrato.