Esportes

Queda de avião da Chapecoense mata 71 pessoas na Colômbia

| Edição de

Setenta e uma pessoas – entre jogadores, jornalistas, dirigentes e tripulação - morreram na queda do avião da delegação do Chapecoense na madrugada de ontem (1h15 no horário de Brasília). O acidente, em uma área isolada da cidade La Unión, próximo a Medellín, na Colômbia, é o pior já registrado na história do esporte brasileiro. A equipe catarinense disputaria hoje a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, que lamentou a morte dos jogadores e sugeriu dar o título aos brasileiros. Apenas seis pessoas sobreviveram à queda da aeronave fretada: um jornalista, dois tripulantes e três jogadores.