Colunas

Registro negado

| Edição de

Durante a sessão administrativa desta quinta-feira, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou por 5 votos a 1 o pedido de registro do partido Muda Brasil, um novo partido que o ex-deputado mensaleiro Valdemar da Costa Neto tentava criar. Na prática, a decisão do TSE sepultou a articulação de Valdemar, que negociava a filiação ao novo partido do deputado Jair Bolsonaro, segundo colocado na corrida presidencial de 2018, com 16% das intenções de voto, segundo a mais recente sondagem do Datafolha. Valdemar já é dono do PR. O Muda Brasil seria a segunda porta de acesso ao personagem às verbas do Fundo Partidário e à vitrine eletrônica da propaganda partidária. Segundo a maioria dos ministros, apesar de ter alcançado o número de assinaturas estabelecidas por lei (500 mil), elas não foram apresentadas no momento do protocolo do pedido de registro ao TSE, em 17 de dezembro de 2015.