Política

Roberto Freire vê PT fora da realidade política do País

| Edição de

O presidente do Cidadania, Roberto Freire, discordou ontem de que os atos do último domingo tenham sido um teste para a terceira via. “O movimento de domingo não teve nada a ver com a construção de uma terceira via, até porque, se fizer isso, divide o que não pode ser divido. Ao contrário, a gente precisa de uma maior unidade”, disse. Ele também alertou que o apoio a qualquer ato de rua contra Bolsonaro é necessário para “garantir 2022” e criticou a postura do PT de não participar do movimento. “O que está em jogo implica inclusive garantir 2022 e quem não tem isso em mente está fora da realidade brasileira e isso é o que me preocupa nas atitudes do PT”.