Cidades

Rosário do Ivaí investe em capacitações para o turismo

| Edição de


Rosário do Ivaí vai capacitar, nos próximos meses, mais de 200 alunos. O município está recebendo a Unidade Móvel de Ensino dos cursos de Turismo, Hotelaria e Gastronomia do Serviço Nacional do Comércio (Senac).
"O objetivo é capacitar para o mercado de trabalho e essa parceria é estratégica para o município e quem ganha com isso é a população de Rosário do Ivaí", destaca o prefeito Ilton Shiguemi Kuroda.
Os cursos são totalmente gratuitos e serão ofertados ao longo de 3 meses. Interessados em participar das capacitações devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou ligar para o telefone 3465 1747.
As capacitações reforçam o esforço do município no fomento ao turismo. Com belas paisagens na zona rural, Rosário está em processo de implantação de rotas de cicloturismo, além de incentivo a esportes. O Morro dos Porongos, localizado no município, é considerado um dos melhores pontos do estado para prática de Parapente.
A atração de turistas vem sendo discutida de forma regional. Pelo 3º ano consecutivo, a Secretaria de Turismo do município realizou Seminário de Turismo como Fonte de Renda para Rosário e Região. O evento, realizado nesta semana, contou com a presença de secretários de turismo, empreendedores e lideranças de 11 municípios da região.
A abertura foi feita pelo Presidente do Conselho Municipal de Turismo João Ricardo De Araujo que, com outros empreendedores do município, relataram suas experiências no setor. O secretário Júnior Hannebauer Moreira também fez uma apresentação do projeto do Vale da Aventura e o que a secretaria vem fazendo nos últimos 2 anos. 
O diretor de marketing do agência Paraná Turismo, Aldo Cesar Carvalho, encerrou o evento falando sobre a importância das redes sociais para o turismo.
O prefeito Ilton Shiguemi Kuroda destaca que o desenvolvimento do turismo é uma das prioridades do gestão e o efeito que o trabalho que vem sendo feito atualmente terá no futuro. “É um trabalho de formiguinha, onde os frutos serão colhidos nas futuras gestões desde que se dê continuidade a esse esforço", afirma Kuroda.