Cidades

Samu adota novo protocolo em infarto

| Edição de


Um novo protocolo adotado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Apucarana, vai mudar o atendimento a pacientes com quadro de infarto na região. Ampolas do medicamento ‘tenecteplase’, utilizado para evitar complicações em casos de pacientes infartados distantes do atendimento médico, já foram disponibilizadas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) e estão à disposição da população dos 17 municípios atendidos pela 16ª Regional de Saúde de Apucarana (RS). De janeiro a setembro deste ano, foram registradas 158 mortes por infarto na região de acordo com dados da RS, uma a cada dois dias. 
De acordo com o coordenador de enfermagem do Samu de Apucarana, Miquéias Romagnolo, a conquista do medicamento se deve a um protocolo desenvolvido pela equipe da Central Centro Norte de Apucarana, sob a mentoria do cardiologista José Leopoldo, de Apucarana. “Doutor Leopoldo desenvolveu este protocolo de atendimento em 2015, mas somente agora conseguimos trazê-lo para o atendimento de urgência e emergência do Samu. É uma prática de extrema importância que visa impedir danos maiores ao músculo cardíaco do paciente infartado durante o transporte para o atendimento hospitalar”, disse. 
São duas ampolas com custo de até R$ 5 mil cada uma, que ficarão divididas entre as ambulâncias avançadas de Apucarana e Arapongas, com reposição imediata sempre que necessário. No próximo dia 30, no auditório do Senac em Apucarana, representantes do laboratório fabricante do medicamento irão realizar um treinamento para médicos e demais servidores da Saúde dos municípios que serão beneficiados.