Cidades

Trabalhadores do comércio terão reajuste salarial de 5%

| Edição de



EDITORIA DE CIDADES
APUCARANA
Os cerca de 7,3 mil trabalhadores do comércio de Apucarana e região terão um reajuste de 5%. O percentual foi definido em convenção coletiva assinada ontem entre o Sindicato do Comércio Varejista de Apucarana (Sivana) e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Apucarana (Siecap). 
Além do reajuste salarial, a convenção determina que salário-base da categoria passa de R$1.327,15 para R$1.393,50. Na área de abrangência do Sivana, o comércio varejista soma mais de 1,7 mil estabelecimentos.
Este reajuste é retroativo ao mês de julho, data-base da categoria e pode ser pago em até duas parcelas. Caso o empregador opte pelo parcelamento, este poderá ser feito nas folhas de novembro e dezembro. O reajuste vale para os para os trabalhadores do comércio varejista de Apucarana, inclusive para do Shopping CentroNorte, e para toda a base territorial, que abrange também os municípios e Califórnia, Cambira, Bom Sucesso, Kaloré, Marilândia do Sul, Marumbi e Novo Itacolomi.
Para a presidente do Sivana, Aída Assunção, o acordo atende tanto as necessidades dos empresários quanto dos colaboradores. “Foram inúmeras reuniões até chegarmos ao consenso não só do reajuste de 5%, mas também sobre o horário de abertura do comércio, que permaneceu praticamente igual. Acredito que foi um bom acordo para ambas as partes”, afirma Aída.
O presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Apucarana, Anivaldo Rodrigues da Silva, também avalia o acordo como positivo. “Nós acreditamos que foi um acordo satisfatório diante da situação econômica do país, tendo em vista que conseguimos um ganho real, o que é positivo para que o comércio possa continuar vendendo e o trabalhador não perca o poder de compra”, diz. A inflação do período, medida pelo INPC, foi de 3,31%.