Política

Vereadores acatam veto do prefeito e cai projeto que aumentava salário na Câmara

| Edição de

Por 9 votos a 1, a Câmara de Apucarana acatou na sessão ordinária de ontem à tarde veto total do prefeito Junior da Femac (PSD) ao projeto de lei complementar de autoria da Mesa Diretora que, entre outros procedimentos, aumentava em cerca de 40% os salários dos cargos de procurador-geral e de diretor administrativo do Legislativo Municipal. O projeto havia sido aprovado pela Câmara com os votos contrários apenas dos vereadores Lucas Ortiz Leugi (PP) e Moisés Tavares (Cidadania). Ontem, porém, a maioria dos que haviam aprovado o projeto voltou atrás, com exceção do vereador Luciano Molina (PL), que manteve sua posição favorável ao projeto.