Cidades

Vinte e dois familiares testaram positivo para covid

| Edição de

A Autarquia Municipal de Saúde (AMS) de Apucarana confirmou que a filha da idosa, de 71 anos, infectada pela   variante indiana, teve contato com uma pessoa que veio do exterior. Pelo menos 22 pessoas da família da idosa testaram positivo para covid-19. 
Segundo a AMS, a idosa estava em isolamento domiciliar, porém, encontrou a filha no portão de sua casa para receber uma encomenda. Antes, a filha da idosa havia encontrado uma mulher que veio do Japão e que acabou morrendo vítima da Covid-19 em Apucarana. Ainda não há confirmação se a morte foi causada pela variante indiana. 
“A filha da idosa também testou positivo, porém, não fez o teste RTPCR, e sim o exame antígeno. Então fica difícil de rastrear se foi ela realmente que transmitiu essa variante para a mãe. A família não viajou, estava em isolamento, somente a filha que teve o contato com essa pessoa que veio de outro país”, informou o vice-presidente da AMS, Emídio Bachiega. 
Ainda segundo a AMS, pelo menos 22 pessoas da mesma família testaram positivo para Covid-19, incluindo o marido dela de 74 anos e o filho de 58 anos. O casal de idosos estava vacinado contra a Covid e se recuperou, já o filho morreu no dia 17 de maio. 
A idosa infectada pela variante teria tido contato com familiares de Rolândia. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Rolândia informou que está em contato com a 17° Regional de Saúde para confirmar a informação. “Oficialmente, não nos comunicaram. Precisamos de dados do caso de Apucarana para identificar os contatos e estabelecer medidas imediatas de monitoramento”, disse o texto.