Confira a coluna "É o bicho!" escrita pela veterinária Raquel Scaff

| Edição de
Confira a coluna "É o bicho!" escrita pela veterinária Raquel Scaff

É o que todos queremos, não só para nós, mas também para os nossos animais de estimação. Para evitar que problemas simples se tornem complicados, é que o proprietário tem a obrigação de estar sempre atento ao comportamento e ao bem-estar de seu animal. 

Como consigo assegurar que meu animal de estimação está bem assistido?
Prevenção: como já falamos anteriormente, o melhor caminho sempre é a prevenção. Vermífugos e vacinas sempre em dia, conforme a orientação do Médico Veterinário. Antipulgas e carrapatos também fazem parte desse importante item.

Nutrição: cada fase da vida de um animal tem necessidades nutricionais diferentes. É muito importante que ele coma uma ração que se encaixe em seu perfil. Sempre vale a pena lembrar que os animais devem comer ração por ser um alimento balanceado, garantindo mais longevidade e saúde ao seu melhor amigo.
Estresse: não é raro um animal de estimação apresentar quadro de estresse, e isso pode acontecer por vários motivos. Na maioria das vezes acontece pela solidão e ansiedade da separação. E assim como nos humanos, o estresse é capaz de desencadear uma série de problemas, afetando gravemente a saúde deles. Se o seu animal teve mudanças no comportamento, converse com seu veterinário.

Ambiente/espaço: certifique-se de que seu animal está se sentindo confortável com o espaço destinado a ele. Ambientes inadequados e falta de exercício podem gerar problemas de desenvolvimento e/ou problemas de comportamento.

Higiene: hábitos de higiene adequados, como banhos, escovação e higiene dental (principalmente para raças pequenas) são importantes. Vale lembrar que cada raça tem uma necessidade diferente em relação aos banhos, que em excesso fazem mal. Converse com seu veterinário e ele vai te orientar quanto ao seu animal.