Confira o texto escrito pelo endocrinologista Cervantes sobre crescimento de menina

| Edição de
Confira o texto escrito pelo endocrinologista Cervantes sobre crescimento de menina

Mesmo após ocorrer a primeira menstruação ainda é possível acompanhar uma garota para medidas vantajosas no seu crescimento. Porém, é ideal se iniciar o acompanhamento clínico para a interrupção da puberdade, enquanto a idade óssea (revelada pelo Raio X de mão e punho) não ultrapassar os 13 anos, pois esta é a idade óssea média onde ocorre o primeiro fluxo menstrual e o estirão de crescimento da puberdade começa a ser interrompido.

Considera-se puberdade precoce patológica, quando os caracteres sexuais da menina se iniciam antes dos 8 anos de idade. Essas são as primeiras a ganharem estatura, mas perdem no resultado final, em relação às outras meninas.
Uma menina que começa a se desenvolver depois dos oito anos de idade e com idade óssea avançada, também merece muita atenção, especialmente quando se encontra acima do peso e a previsão da estatura final fica aquém do potencial genético familiar.
Além do mais, em muitos casos, ao se bloquear a puberdade, pode ser necessário o uso simultâneo de hormônio de crescimento (GH) para se ter um resultado efetivo na estatura final.
Por exemplo: uma menina de 10 anos de idade, com idade óssea de 12 anos (avançada), e com os caracteres sexuais já formados (mamas, pêlos pubianos), já não pode ter o mesmo resultado satisfatório no tratamento para o crescimento, como o de uma menina de doze anos de idade com a idade óssea também de 12 anos.
A menina que se desenvolve mais cedo, menstruará mais cedo, sem muito tempo hábil para crescer; os seus ossos longos já estarão maduros e com as cartilagens de crescimento praticamente fechadas, devido a ação dos hormônios sexuais em maior concentração, anulando a ação positiva do GH sobre os ossos por tempo prolongado! 
Quanto mais cedo os pais ajudarem suas filhas que começam a se desenvolver cedo demais, maiores resultados virão em relação à estatura final da idade adulta!
O Endocrinologista pode avaliar e acompanhar a evolução da estatura e dos caracteres sexuais, além do peso das meninas, de forma a não permitir o avanço da idade óssea em detrimento da idade cronológica.
Devemos lembrar ainda, que o peso elevado é um grande aliado para o avanço precoce da idade óssea, podendo levar a menina a menstruar mais cedo e a crescer bem menos, no final das contas!

Texto escrito pelo endocrinologista José Cervantes Loli, de Apucarana