Colunas

Lula impedido de votar

| Edição de

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná negou ao ex-presidente Lula (PT) o direito de votar nas eleições deste ano enquanto estiver preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba. O petista cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Pela lei, presos cuja condenação ainda não transitou em julgado - caso do ex-presidente, que mesmo condenado em segunda instância ainda tem recursos - podem votar. Para a existência de uma seção eleitoral no local, o Código Eleitoral estabelece o número mínimo de 50 eleitores. Entretanto, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reduziu para o mínimo de 20 eleitores aptos em estabelecimentos penais. O desembargador Luiz Taro Oyama, presidente do TRE-PR, afirmou que, em consulta aos outros detentos no prédio da PF,, não foi possível chegar ao número mínimo de eleitores para a instalação de uma urna.