Política

Parlamento Jovem aprova quatro projetos de lei

| Edição de



Sete dos onze vereadores que compõem o Parlamento Jovem 2019 participaram na tarde de ontem da última sessão ordinária, na Câmara Municipal de Apucarana. Presidida pelo vereador Lucas Gomes de Andrade, quatro projetos foram discutidos, votados e aprovados por unanimidade.
Foram aprovados de autoria das vereadoras Roberlaine dos Santos Martins e Naama Diniz Santos o projeto de lei que determina às empresas liberar os pais para acompanhamento escolar dos seus filhos; de autoria do vereadores Victor Hugo Gomes dos Santos e Kaylany Cristina Amaral, o projeto que cria os grupos estudantis de proteção de nascentes no município de Apucarana; também de autoria do vereador Lucas Gabriel dos Santos o projeto que cria o programa escolar de conscientização contra a violência doméstica; e o projeto de lei dos vereadores Maria Rafaela Simões, Lucas Gomes de Andrade e Lucas Raone Pereira que cria o programa “Psicólogo Escolar” nas instituições educacionais de Apucarana.
A abertura da sessão foi acompanhada pelo presidente do Legislativo Municipal, Luciano Molina (Rede), pelo juiz do Trabalho, Maurício Mansur, pelo prefeito Junior da Femac (PDT), e vereadores, entre eles, Márcia Sousa (PSD), responsável pela implantação do projeto na Câmara, além do coordenador geral, Wilson Penharbel.
“Foi uma sessão especial, pois pudemos apresentar e expor nossos pensamentos e ideias”, disse Lucas Gomes.
O prefeito Junior da Femac parabenizou o Legislativo pelo desenvolvimento do projeto e os alunos pela participação. “Fui vereador por dois mandatos e tenho muito orgulho. Aprendi muito no período. Os mandatos me ajudaram e continuam me ajudando até hoje. Vocês vão sair daqui preparados para um mundo melhor”, disse .
Maurício Mazur destacou que é uma honra participar desta sessão. “Daqui, tenho certeza, que sairão jovens que herdarão nossas atividades atuais”, afirmou. 
“Cada vez que abrimos nossa Casa de Leis, aprendemos com a juventude. É um processo brilhante. Nosso papel é legislar, debater, cumprir metas. O Parlamento tem feito criar e inovar mesmo em meio a dificuldades. Que os vereadores desta edição façam valer a ideia e que sirva de experiência para a vida de todos”, destacou a vereadora Márcia Sousa, em nome da Câmara. (EDITORIA DE POLÍTICA)