Opinião

Situação do IML precisa ser resolvida definitivamente

| Edição de

Os problemas no atendimento prestado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana devem, finalmente, serem resolvidos. O governo estadual contratou dois novos médicos-legistas, que começam a trabalhar amanhã na unidade. O IML apucaranense conta atualmente com apenas um profissional, que atua apenas uma semana por mês em regime de plantão. Nas outras três, as necropsias e outros procedimentos acabam sendo feitos em Londrina, o que aumenta a dor e o sofrimento dos familiares dessas vítimas de mortes violentas.