Opinião

O grave problema da criminalidade no país

| Edição de

Um assalto à mão armada na manhã de segunda-feira em Apucarana chamou atenção para a participação de dois menores de apenas 14 anos de idade. Eles foram apreendidos ainda na segunda-feira juntamente com mais dois comparsas – um de 17 anos e outro de 29. A presença de menores nos crimes mais violentos, como assaltos e também assassinatos, passou a ser comum em Apucarana e também em outros municípios. Até pouco tempo, esses adolescentes participavam mais ativamente de furtos e tráfico de drogas. Agora, estão presentes em praticamente todos os tipos de crime, independente da gravidade. Esse quadro é dramático e exige uma reflexão de toda a sociedade. Onde estamos errando? Qual é o futuro de um país onde meninos de 14 anos de idade empunham revólveres e agem com truculência em assaltos à mão armada?